Bolinho de frango - encapotado

Bolinho de frango ou encapotado – o salgado do interior de São Paulo

Publicado em abr/2019

Já houve um tempo em que o bolinho de frango era feito com uma coxa de frango inteira coberta com a massa, e diz-se que daí veio o nome ‘encapotado’.

Diz-se também que, com o aumento da demanda, o encapotado passou a ser feito com o frango desfiado para facilitar a produção, o que não o deixou menos gostoso, mas mudou seu nome para bolinho de frango.

E agora? Eu que o conhecia desde criança como encapotado, devo chamá-lo de bolinho de frango?

Tanto faz. Seja bolinho de frango ou encapotado, o que conta é que ele é um salgado delicioso, famoso e difundido pelo interior de São Paulo há mais de um século, principalmente nas proximidades de Itapetininga, que aliás tem até lei municipal que o declara Patrimônio Cultural da Cidade (Lei municipal 4.982 de 03 de outubro de 2005).

Independente de constar em lei e de quem criou e difundiu sua receita (há controvérsias sobre sua origem), o fato é que o bolinho de frango é conhecido, produzido e comercializado em várias cidades da região.

Bolinho de frango - encapotado

Bolinho de frango ou encapotado?
Este é de São Miguel Arcanjo

Como ele é?

Sua característica principal é que a massa é feita com farinha de milho escaldada pelo caldo de frango, acrescida de polvilho azedo, cheiro verde, temperos e recheada com frango desfiado.

Abro um parênteses aqui para acrescentar que a farinha de milho é, por si só, um ingrediente muito importante nos hábitos da região. Há quem goste de misturá-la no feijão, alguns comem com leite (como um cereal) ou pode também ser utilizada em virados, farofas, cuscuz paulista etc.

Mas voltando ao bolinho de frango, se quiser a receita mais detalhada, lá vai:

Receita de bolinho de frango

  • Cozinhe 1 kg de peito de frango com o tempero desejado, desfie e reserve.
  • Utilize o caldo do cozimento ainda quente para ir acrescentando e misturando aos poucos a 1kg de farinha de milho, 5 colheres de polvilho azedo, cheiro verde e os temperos que desejar.
  • Continue misturando até virar uma massa homogênea e macia (não vai ao fogo).
  • Pode ser que o caldo do cozimento do frango não seja suficiente para umedecer toda a farinha, então deixe pronto um pouco de caldo preparado com caldo de galinha mesmo, e utilize se necessário.
  • O caldo tem que estar bem temperado para que a massa fique saborosa.
  • Pegue bolinhas de massa, abra com a mão, coloque um pouco do frango desfiado, feche e molde.
  • Pronto. Agora é só fritar e degustar.

Em tempos de comida saudável e guerra contra as frituras, deve-se dizer que ele foge um pouco a esta vertente. Mas… vamos deixar isso pra lá…

O ideal é que ele esteja bem sequinho, e para ficar com a casca crocante, que o deixa mais gostoso, deve ser frito na hora.

Onde encontrá-lo?

Ele pode ser encontrado em diversas cidades do interior de São Paulo: Itapetininga, Alambari, São Miguel Arcanjo, Tatuí, Angatuba, Capela do Alto, Buri, Itapeva e acredito que em muitas outras (estou citando só estas porque foi onde já degustei a gostosura).

Pode estar em beiras de estrada, lanchonetes, bares, padarias, em barracas de rua, na praça principal, quermesses, feiras e festas populares e é consumido tanto pelos moradores como por quem está na cidade a passeio ou pelos viajantes que estão apenas passando pela estrada.

Por isso, fique atento! Quando estiver em qualquer estrada da região de Itapetininga, região sudoeste do interior de São Paulo, e se deparar com uma placa de bolinho de frango apontando para barraquinhas na beira da estrada, aproveite para prová-lo. É bão dimais!

Bolinho de frango - Itapetininga SP

Bolinho de frango - Itapetininga SP

 

Você conhece ou já provou o bolinho de frango? Conta pra mim aqui nos comentários!

Boa viagem e bom apetite!

 

 

 

Esta postagem faz parte da blogagem coletiva #culinariaregional que tem a participação de diversos blogs de viagem. Veja matérias sobre a culinária regional de outras partes do Brasil e do mundo:

 

Anúncios

22 comentários sobre “Bolinho de frango ou encapotado – o salgado do interior de São Paulo

  1. Opa, como eu nunca tinha ouvido falar sesse bolinho antes?! Parece delicioso!
    Eu realmente viajei pouco pelo interior de SP, preciso corrigir isso e achar esse bolinho pra provar!

  2. Não sabia que o bolinho de frango era Patrimônio Cultural de São Paulo, na verdade não sabia nem que era tradicional por lá. Descobertas inesperadas. Eu gosto muito mas ultimamente estou numa direta glúten free, em viagens eu libero para aproveitar essas delícias que fazem parte das experiências.

  3. Acredita que mesmo sendo de Minas Gerais eu já tinha ouvido falar deste bolinho? Pelo visto a fama desta iguaria se espalhou pelo Brasil, espero um dia poder experimentar, pois parece mesmo delicioso. Beijo!

  4. Novidade total pra mim esse bolinho que deve ser bem bom hein? Sou de Campinas, mas nunca vou pra essas cidades q vc falou e nunca experimentei! Tá na listinha agora hehehe

    1. Que delícia que deve ser! Eu adoro frango e adoro tudo que é feito com farinha de milho. Pena só ter nessa região, mas quem sabe um dia não passo por aí e experimento.

  5. Olha, não conhecia essa tradição do interior de SP! E confesso que o fato de ser de farinha de milho me atiçou a curiosidade!

  6. Eu não conhecia o encapotado, mas que ele tem uma cara muito boa, ele tem. Fiquei imaginando um prato deste bolinho de frango com uma cerveja bem gelada.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.